Adeus beta: Swype lança sua versão 1.5 na Google Play

A Nuance anunciou a mais nova versão de um dos teclado alternativos mais populares para smartphones e tablets Android, o Swype. A versão 1.5 do aplicativo traz o jÁ consagrado método de digitação de palavras com o deslizar dos dedos na tela, além da customização da digitação se baseando no perfil do usuÁrio.

Entre as principais novidades estÁ o botão "Dragon Flame" que possibilita o acesso rÁpido a diversas funções pró-ativas do app, como a leitura das mensagens, a digitação através do reconhecimento de fala e diversas funções automatizadas baseando-se na localização e no contexto de digitação.

O Swype também se destaca pela curva de aprendizado, se adaptando ao perfil do usuÁrio. O aplicativo é capaz de aprender as palavras mais usadas pelo dono do smartphone e, baseado nisto, melhorar a sugestão de correções ou de qual é a próxima palavra a ser digitada. O software também consegue se adaptar ao contexto, corrigindo palavras de acordo com o restante da sentença. Outra "sintonia fina" é a capacidade de identificar falhas na digitação, como quando o usuÁrio erra frequentemente a letras próximas (exemplo: "G" no lugar da "H"), buscando compensar esta falha com os recursos de autocompletar e correção automÁtica.

O Swype é compatível com 60 idiomas (entre eles o português brasileiro) e 20 dialetos, e estÁ disponível no Google Play pelo preço promocional de lançamento de R$ 2. Também hÁ uma versão gratuita para teste, por um período de 30 dias, uma boa pedida para quem prefere conferir antes de abrir a carteira.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.