Cientistas fazem réplicas do fígado humano em impressora 3D

As impressoras 3D têm se mostrado grandes amigas da medicina, especialmente em implantes, como no caso do paciente que conseguiu ter 75% do crânio reconstruído e de uma prótese facial. Agora, cientistas de Organovo, em San Diego, na Califórnia, conseguiram "imprimir" em 3D pequenas réplicas funcionais do fígado humano.


De acordo com a New Scientist, esses mini-fígados têm apenas meio milímetro de profundidade e 4mm de extensão total, mas são capazes de realizar a maioria das funções de um fígado de verdade. Para criÁ-los, a equipe de cientistas usou células reais presentes no órgão: cerca de 20 camadas de hepatócitos, capazes de sintetizar proteínas, e de células estreladas hepÁticas.


O equipamento também utiliza células do revestimento dos vasos sanguíneos retirados de biópsias, que formam uma malha de canais para suprir as demais células do mini-fígado com nutrientes e oxigênio. Isso permite à réplica manter-se viva e operante por pelo menos cinco dias. 

Essas réplicas permitem o estudo de vÁrias doenças relacionadas ao fígado, e também observar como o órgão reage a certas drogas, por exemplo. Mas o objetivo do pessoal de Organovo é mesmo conseguir criar fígados idênticos ao natural, para usÁ-los em transplantes. O desafio é conseguir imprimir malhas maiores de vasos sanguíneos para conseguir nutri-lo por muito mais tempo.

 

- Continua após a publicidade -

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.