35% das cidades brasileiras não são atendidas por cabos de fibra óptica, diz ministro

O ministro das comunicações, Paulo Bernardo, disse hoje, durante o Congresso Brasileiro de Internet, que cerca de duas mil cidades brasileiras não são atendidas por redes de cabos de fibra óptica, o que compromete a qualidade – ou mesmo a existência – da internet nesses locais. Esse número corresponde a 35% das cidades do país e, de acordo com Bernardo, serão investidos R$26 milhões nos próximos anos para levar a conexão banda larga a esses lugares.


Paulo Bernardo durante o Congresso Brasileiro de Internet que acontece em Brasília. Foto: Marcello Casal Jr/ABr

Em algumas regiões mais distantes e de difícil acesso do norte do país, o ministro disse que não serão instalados cabos de fibra óptica, mas que o serviço de internet serÁ ofertado por sinal de rÁdio ou mesmo de satélite. Segundo ele, o governo vem adotando medidas para estimular a construção de infraestrutura de redes de telecomunicações e estuda um novo pacote de medidas para incentivar e acelerar os investimentos na Área.

Uma das medidas seria a instalação de um ponto de trÁfego de internet, uma espécie de hub que recebe e distribui os dados da internet. Isso baratearia o custo das empresas de telecomunicações, que hoje utilizam um sistema instalado nos Estados Unidos.

O ministro destacou que, hoje, 105 milhões de pessoas usam internet com frequência no Brasil. A estimativa do governo é que, até 2014, 70% das residências do país possuam conexão com a rede.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.