Apple aparece em lista de sites e appstores investigados por oferecer pornografia na China

A Apple costuma ser sempre muito zelosa (às vezes até demais) a respeito do conteúdo que ela disponibiliza em sua loja de apps, principalmente no que trata a respeito de pornografia. Porém, essa atenção toda da empresa não bastou para evitar que a China a incluísse numa lista de sites e appstores sendo investigadas sob a acusação de oferecer conteúdo pornogrÁfico


Segundo o CNET, o noticioso chinês People's Daily divulgou uma lista com 198 sites e appstores enquadrados na investigação e o nome da Apple é só mais um dentre muitos outros. Mas não é a primeira vez que o gigante oriental mostra "mÁ vontade" com a empresa da maçã. HÁ pouco tempo, a mídia chinesa criticou a política de garantias da Apple de tal maneira que o CEO da empresa, Tim Cook, se viu obrigado a fazer um pedido público de desculpas.

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você pesa mais quando escolhe sua plataforma para jogos?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.