Governo define requisitos para desoneração de smartphones

O Ministério das Comunicações publicou hoje as especificações que os smartphones fabricados no Brasil devem ter para se beneficiarem da redução dos impostos PIS e Cofins. Como jÁ se especulava anteriormente, os aparelhos precisarão ter suporte ao 3G e custarem até R$1,5 mil.

A novidade fica por conta da exigência de que o smartphone venha de fÁbrica com aplicativos desenvolvidos no Brasil. Segundo o decreto, porém, essa regra passa a ser uma exigência somente daqui a seis meses.

As características exigidas pelo ministério são: conexão 3G, Wi-Fi, aplicativos para navegação na Internet e e-mail, tela sensível ao toque  ou teclado físico no padrão QWERTY e tela de pelo menos 18 cm2. No caso dos aparelhos com 4G, eles deverão funcionar na frequência escolhida como padrão pelo governo brasileiro (2.500 MHz a 2.690 MHz).

Com a desoneração de impostos, o Governo acredita que a redução dos preços de smartphones para o consumidor possa chegar a 30%, quando comparados aos aparelhos importados. No entanto, conforme reportagem do UOL, a Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica) classifica esse valor como exagerado. Para a organização, a redução de preço não passarÁ dos 7%. 

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.