3DMark para Android já foi baixado mais de 100.000 vezes na primeira semana

Anunciado na semana passada, o software de testes 3DMark para os dispositivos Android, da Futuremark, jÁ atingiu a marca de mais de 100 milhões de downloads na Google Play durante os sete primeiros dias. O tempo jÁ foi necessÁrio para a empresa receber o feedback dos usuÁrios e corrigir alguns problemas. Uma atualização do software, com essa correção, jÁ estÁ disponível para os usuÁrios.

O benchmark serÁ uma ferramenta especialmente interessante para o segmento dos dispositivos ultra portÁteis, composto por mais de 1.000 tipos de aparelhos existentes no mercado, ainda mais pela possibilidade de comparar os resultados com equipamentos de outras plataformas.

O 3DMark para Android é composto por dois testes específicos (baseados no OpenGL ES 2.0), o Ice Storm e Ice Storm Extreme – ambos "stressando" a GPU e CPU. A diferença entre eles é que o último exige mais do hardware, com resolução fullHd (1080p), além de utilizar texturas de maior qualidade e efeitos de pós-renderização.

Vale ressaltar, contudo, que para rodar o benchmark, o usuÁrio deverÁ ter um aparelho com pelo menos 1GB de memória, 300MB de espaço livre e Android na versão 3.1, ou superior.

Para fazer o download do software e entrar pra conta, acesse a Google Play.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.