Google pode ser processada por desrespeito à lei de privacidade na Europa

O instituto francês CNIL (Comissão Nacional de Liberdade e InformÁtica), autoridade especializada na defesa de direitos digitais no país, realizou uma investigação em 2012 sobre a forma com que a Google lida com os dados pessoais de seus usuÁrios em seis países de Europa. A comissão chegou a emitir um pedido para que a empresa realize mudanças na sua política de privacidade em até 4 meses.

No entanto, como a exigência de modificação não foi acatada, o instituto pode solicitar uma ação, que serÁ avaliada por seis órgãos reguladores europeus, podendo levar a multas de milhões de dólares para a Google.

Segundo o New York Times, na França, as multas podem chegar a 300 mil euros (US$ 385 mil); no Reino Unido, a 500 mil libras esterlinas (US$ 758 mil); e na ItÁlia, a multa mÁxima é de 1,2 milhão de euros.

Uma porta-voz do Google afirmou que a política de privacidade da companhia "respeita a lei europeia" e acrescentou que a empresa estÁ "completamente engajada" com a proteção de dados e continuarÁ assim. As decisões tomadas devem ser comunicadas em breve ao público e à Google .

Assuntos
Tags
  • Redator: Carolina Franco

    Carolina Franco

    Com pouca habilidade no playstation, leva surra de toda na redação. Seu vício são os games para celular e as tecnologias mobile. Desde que passou a cursar jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina, descobriu nas notícias sua verdadeira vocação: escrevê-las e publicá-las agilmente.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.