Nexus 4 chega hoje ao Brasil por R$1,7 mil

O Google anunciou hoje (27/03) o início das vendas no Brasil do smartphone Nexus 4, fabricado em parceria com a LG. Confirmando os últimos rumores, o aparelho chega por R$1.699, preço 140% superior ao cobrado no exterior, apesar da fabricação nacional. Na Play Store americana, o produto é vendido a US$349, ou cerca de R$704.

"Se você comparar qualquer produto topo de linha no mercado, o preço é exatamente igual, inclusive no Brasil", afirmou o diretor de marketing da LG, Pablo Vidal. "O Nexus 4 vai sair por cerca de 15% a menos. É um produto fabricado aqui. Fizemos um esforço importante para isso exatamente para ter o melhor custo/benefício possível."

O Nexus 4, revelado em outubro do ano passado, vem com Android 2.2 (Jelly Bean) puro, sem customizações. Com tela de 4.7 polegadas True HD IPS Plus com 1280x768 pixels de resolução protegida por Gorilla Glass 2, o dispositivo é equipado com um processador quad-core Snapdragon S4 Pro com 1.5GHz.

O aparelho ainda tem 2GB de memória RAM, uma câmera traseira de 8 megapixels e uma frontal de 1.3 que grava em HD, e uma bateria de 2,100mA que promete até 15,3 horas em conversação. O armazenamento interno é de 16GB. A versão de 8GB, vendida por US$299 nos Estados Unidos, não foi lançada no Brasil.

Hugo Barra, vice-presidente do Android no Google, explicou no evento de lançamento do Nexus 4 que a estratégia foi trazer o aparelho ao país do modo mais rÁpido possível. "O modelo de varejo no Brasil é maravilhoso e temos parceiros fantÁsticos", disse o executivo. "O preço de R$1.699 é o valor sugerido para os varejistas. Eles é que decidem quanto querem cobrar."

Barra também negou a existência de subsídios na venda do smartphone. "Não é interessante para o Google subsidiar aparelhos. A gente não faz isso em nenhum lugar do mundo", ressaltou.

Diferentemente do que ocorre nos EUA, não hÁ planos por enquanto de vender o produto através da Play Store. O smartphone só pode ser encontrado, por enquanto, nas lojas online do Ponto Frio e da Fast Shop. Em breve, as Lojas Americanas também devem iniciar as vendas. Todos os estabelecimentos comercializam o smartphone desbloqueado e sem contrato.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.