Empresas já podem realizar sua inscrição no Desafio Intel 2013

JÁ estão abertas as inscrições para o Desafio Intel, uma iniciativa projetada para estimular o desenvolvimento do ecossistema empreendedor no país, impulsionando a criação de projetos de negócios tecnológicos nas universidades. As inscrições vão até o dia 8 de abril e podem ser realizadas pelo site.

Diferente dos anos anteriores, onde empresas de base tecnológica de todos os setores participavam, a edição de 2013 da competição de empreendedorismo da Intel focarÁ em empresas voltadas para tecnologias de computação. As empresas participantes devem atuar em um dos seguintes mercados:

Internet, Mobilidade e Software: negócios escalÁveis que façam uso de tecnologias inovadoras de computação, tais como: computação em nuvem, big data, conectividade móvel de alta velocidade, inteligência artificial, plataformas de computação móvel ou sensores avançados.

Computação voltada à inovação social: negócios escalÁveis que combinem resultados financeiros com um impacto social em setores como agricultura, educação, energia, finanças, meio ambiente, saúde, habitação, ciências biológicas ou Água.

- Continua após a publicidade -

Hardware e computação: negócios escalÁveis baseados em soluções de hardware, incluindo tecnologias sem fio, processadores embarcados e computação perceptual.

"HÁ quase uma década a Intel mantém programas de fomento ao empreendedorismo no Brasil. Ajudamos a formar uma cultura e um mercado bastante atraente para a criação de startups de base tecnológica", avaliou Rubem Saldanha, gerente de educação da Intel Brasil. "Com o crescimento do número de empresas criando tecnologias de computação inovadoras no país, acreditamos que este é o momento para uma competição focada especificamente no mercado de computação, que tem alto valor agregado e traz enormes benefícios para o país."

Dez semifinalistas, selecionados por uma bancada de juízes especialistas nos mercados de venture capital e tecnologia, apresentarão suas empresas para uma banca examinadora em maio. Os juízes avaliarão as empresas com base em diversos critérios, tais como inovação no conceito ou produto oferecido pela empresa, competitividade e diferenciação no mercado, capacidade de execução do plano estratégico e qualificação e experiência do time.

O vencedor receberÁ mentoria de uma empresa especializada dos Estados Unidos e também uma bolsa de estudos para o YouNoodle Camp, um programa de aceleração de negócios no Vale do Silício que acontece durante o próximo mês de julho. No YouNoodle Camp, os participantes frequentarão cursos com professores de Standford, receberão assessoria de especialistas, participarão de painéis com peritos, visitarão diferentes empresas e se relacionarão com o ecossistema empreendedor mais bem sucedido do mundo. A empresa também concorrerÁ a uma vaga para representar a América Latina no Intel Global Challenge 2013 na Universidade de Berkeley, onde competirão por prêmios em dinheiro no valor de US$ 100 mil.

"A competição é voltada para estudantes de graduação, pós-graduação e recém formados que tenham uma proposta de negócio no segmento tecnológico," disse Javier F. Firpo, diretor do Programa de Educação e Responsabilidade Social Empresarial para a Intel América Latina "A inovação é fundamental para o desenvolvimento do planeta como um todo e o principal objetivo da Intel é estimular os jovens latino-americanos a desenvolverem tecnologia e contribuírem para o desenvolvimento econômico em seus países".

- Continua após a publicidade -

Condições para a participação:

- A equipe precisa ter um membro que seja ou tenha sido nos últimos quatro anos estudante universitÁrio buscando algum dos seguintes diplomas: licenciatura, graduação ou pós-graduação.

-  Disponibilidade de um membro da equipe para viajar para a Califórnia e participar do YouNoodle Entrepreneurship Camp durante 30 dias no mês de julho.

- Os projetos devem ser inscritos em inglês e estar relacionados a qualquer uma das seguintes Áreas: Internet, mobilidade e software; Soluções com tecnologias da Informação para problemas sociais; Hardware e informÁtica.

- As equipes não devem ter recebido mais de US$ 250.000 em fontes de patrocínio ou fundos de investimento incluindo – mas não se limitando a – capital de risco, investidores ou fundos de investimento privado.

- A implementação deve ter um protótipo em funcionamento antes de 1º de outubro de 2013.

- A startup não pode ser uma filial de uma organização jÁ existente (com fins lucrativos).

Assuntos
Tags
  • Redator: Carolina Franco

    Carolina Franco

    Com pouca habilidade no playstation, leva surra de toda na redação. Seu vício são os games para celular e as tecnologias mobile. Desde que passou a cursar jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina, descobriu nas notícias sua verdadeira vocação: escrevê-las e publicá-las agilmente.

Você joga com quais controles no PC?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.