Huawei quer ser a primeira no ramo de smartphones

A briga pela supremacia no mercado de smartphones, hÁ algum tempo, tem sido entre a Apple e a Samsung, que alternam de posições nos dois primeiros lugares. Uma companhia, no entanto, espera poder derrubar as duas: a Huawei.

"Se você olhar para cinco anos atrÁs, a Apple era pequena e a Samsung não era tão grande", afirmou Wan Biao, diretor-executivo da divisão de dispositivos da companhia, ao The Telegraph. "Você não pode saber onde estaremos em cinco anos. Pelo menos entre os três primeiros. Talvez a número um."

Conforme o Slashgear, a empresa acredita ter potencial para desbancar as líderes no segmento por trabalhar tanto na fabricação dos aparelhos em si quanto nas tecnologias de rede. Só no setor de tecnologias de rÁdio, a Huawei tem dez mil engenheiros trabalhando.

A empresa ainda conta com outros 45 mil engenheiros focados no desenvolvimento de smartphones. "A prioridade é continuar inovando a partir da nossa experiência em redes", declarou Biao. "Podemos fazer smartphones com baixo consumo de energia e deixar a voz e os vídeos mais nítidos, então esse é o nosso diferencial."

Em 2008, o sistema operacional mais usado nos smartphones era o Symbian, da Nokia, com 47%, segundo estudo da Asymco. A Apple aparecia com apenas 2%, atrÁs do BlackBerry e do Windows Mobile. Dados da Gartner do mesmo ano mostram que a Nokia tinha 40,8% do market share de smartphones, seguida pela RIM – atual BlackBerry (19,5%), Apple (10,7%), HTC (4,3%) e Samsung (4,2%).

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.