Operadoras americanas vão notificar clientes que baixarem conteúdo pirata

A partir de hoje, internautas americanos serão monitorados e vão receber notificações caso baixem de maneira ilegal conteúdo protegido por direitos autorais. O "Copyright Alert System" (CAS) conta com a cooperação dos cinco maiores provedores dos Estados Unidos e, conforme o grupo responsÁvel pelo programa, o Center for Copyright Information, a medida é educativa e não tem como objetivo punir ninguém.

O grupo é uma joint venture entre detentores de direitos autorais em Hollywood e os provedores AT&T, Cablevision, Verizon, Time Warner Cable e Comcast, que contam com o apoio da Casa Branca.

De acordo com o CNET, graças ao programa, empresas do setor de entretenimento podem notificar um provedor de que determinado usuÁrio estÁ baixando programas de TV ou filmes piratas. A empresa, então, manda um comunicado ao cliente em questão, para "educÁ-lo" sobre as consequências de obter esse tipo de material.

O provedor, então, deve aumentar gradualmente a pressão sobre os clientes que ignorarem as notificações. Eventualmente, após seis advertências, a companhia pode optar por suspender seus serviços para o infrator.

"A maioria dos consumidores nunca receberÁ alertas", acredita Jill Lesser, diretor executivo do CCI. "E para os clientes que acreditarem terem recebido advertências por engano, um processo fÁcil permitirÁ a anÁlise por terceiros", garante.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.