Microsoft acusa Google de restringir Youtube no Windows Phone

A Microsoft começou o ano revivendo uma antiga rixa com o Google. O consultor jurídico da companhia, Dave Heiner, postou uma mensagem no blog oficial Technet afirmando que o Google continua impedindo que os usuÁrios do Windows Phone tenham "um aplicativo completamente funcional do YouTube".

A reclamação não é nova: a companhia jÁ foi às comissões antimonopólio da Europa e do Estados Unidos denunciar o Google por suas prÁticas. Agora, porém, surgiu uma novidade nada boa para a Microsoft. "No mês passado, ouvimos do YouTube que executivos-sênior do Google disseram a eles para não permitirem uma experiência de primeira classe com o YouTube nos smartphones Windows", escreveu Heiner.

De acordo com o Techradar, Heiner dÁ a entender que Microsoft quer no Windows Phone um aplicativo dedicado ao serviço de vídeos idêntico ao existente no Android e no iOS.

Questionado pelo site, o Google emitiu um comunicado afirmando que "ao contrÁrio das reclamações da Microsoft, é fÁcil para os consumidores visualizarem vídeos do YouTube em smartphones Windows".

A companhia diz que os usuÁrios do sistema "podem acessar todas as funcionalidades do YouTube através do website móvel baseado em HTML5" e que jÁ "trabalhou com a Microsoft por vÁrios anos para ajudar no desenvolvimento de uma grande experiência com o YouTube nos telefones Windows."

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.