Produtora de Metro 2033 e Darksiders II faliu; ações caem e projetos estão à venda

A produtora THQ, responsÁvel por títulos como "Metro 2033" e "Darksiders II", não resistiu aos maus resultados financeiros obtidos em 2012 e pediu proteção judicial contra falência ao capítulo 11 da Lei de Falência dos Estados Unidos.

Com vendas baixas, "Darksiders II" é apontado como um dos ícones pela falência da THQ

De acordo com a lei, a companhia ficarÁ sobre controle do grupo privado Clearlake Capital Group, que ofereceu 60 milhões para comprar a THQ e auxiliÁ-la na sua reorganização interna e na realocação dos estúdios pertencentes à produtora (Relic Entertainment, Vigil Games, Volition e THQ Montreal). 

Com o ocorrido, as ações da companhia, que antes valiam US$ 1,50, passaram a custar US$ 0,36 (um decréscimo de 74%) na Nasdaq, na última terça-feira. Além disso, o grupo Clearlake ressaltou a THQ continua operando normalmente ("Metro: Last Light" e "Company of Heroes 2") até que o processo de venda seja finalizado, quando completar os 30 dias previstos para o término da transição dos bens. 

JÁ os projetos inéditos, como os não-anunciados "Atlas", "Evolve" e "1666" (todos codinomes provisórios), também estão sendo ofertados através de leilão.  

Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

Você quer processadores da AMD com gráficos integrados

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.