Google Street View mostra interior de prédios afetados por terremoto no Japão

O Google Street View permite, agora, visualizar as imagens internas e externas de prédios atingidos pelo terremoto que atingiu o Japão em março de 2011. Através das imagens, que pertencem ao projeto "Memórias para o futuro", é possível "caminhar" pelos edifícios e mudar de andares para visualizar com maior precisão os estragos. Ao todo, foram fotografados mais de 30 prédios. O trabalho foi feito em conjunto com quatro governos municipais da região de Tohoku.


De acordo com a gigante da internet, o projeto liberado ontem (06) surgiu em boa hora, pois houve um debate intenso na região sobre o futuro dessas construções. Enquanto uns defendiam que os prédios fossem mantidos, para lembrar do terremoto, outros queriam que fossem demolidos, para facilitar a cura de "feridas emocionais". Após consulta aos japoneses, o governo decidiu demolir os prédios.


Vídeo explica o projeto "Memórias para o futuro"

A Google pretende continuar com o projeto no país e, nas próximas semanas, irÁ registrar construções de duas cidades da região de Iwate e cinco em Miyagi até o final do ano. A companhia acredita que o projeto "é uma forma de pagar tributos tanto para a tragédia, quanto para os esforços na reconstrução".

- Continua após a publicidade -

Mais informações no blog da Google.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.