Depois de adiar cinco vezes, Câmara volta a colocar em pauta a votação do Marco Civil

O projeto de lei 2126/11 que cria o marco civil da internet, que seria a constituição que define os direitos, deveres e responsabilidades do usuÁrio da rede, deve voltar a ser discutido hoje no plenÁrio da Câmara dos deputados. A votação do projeto foi adiada cinco vezes por causa de um impasse em torno de dois pontos do texto, redigido pelo deputado Alessandro Molon, do PT do Rio de Janeiro.



O primeiro ponto seria o princípio de neutralidade da rede, que, de acordo com o relator, que busca o apoio dos líderes partidÁrios para votar o texto, pretende evitar privilégios no trÁfego de dados para empresas ligadas aos provedores.  O segundo trata da proibição de os provedores de conexão registrarem dados de acesso dos usuÁrios, evitando a venda desses dados a empresas de marketing direcionado.

As companhias de conexão, por sua vez, defendem que a neutralidade impediria a venda de velocidades diferentes, que demandam maior trÁfego de dados.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.