Google é condenada a pagar US$208 mil por difamação a australiano

A Google foi condenada nesta segunda-feira a pagar US$208 mil por difamação a um australiano que era associado a mafiosos no site de buscas da empresa. Milorad Trkulja, de 62 anos, aparecia nas pesquisas como uma figura criminosa importante em Melbourne e, um tiro que recebeu nas costas em 2004, crime que nunca foi esclarecido, era divulgado como um acerto de contas.


Milorad Trkulja (foto) era associado a mafiosos em resultados do site de buscas, incluindo o chefe criminoso Tony Mokbel

De acordo com a agência de notícias France Presse, ao buscar pelo nome de Trkulja, o site dava referências também a um portal, agora fora do ar, especializado em questões da mÁfia, o "Melbourne Crime".

A empresa americana defendeu diante da Suprema Corte do estado de Victoria, na AustrÁlia, que se limitou a divulgar conteúdo publicado por outros e discordou que o material pudesse difamar Trkulja. O júri, porém, determinou que a Google estava ciente do assunto e não tomou medidas quando a vítima denunciou a divulgação dos artigos, em outubro de 2009.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.