Pornografia infantil lidera o ranking de crimes virtuais no Brasil

O crime cibernético que mais recebe denúncias no Brasil é a pornografia infantil, segundo dados da Safernet Brasil. Entre janeiro de 2006 e outubro de 2012, foram 4.161 denúncias, o que corresponde a 38,65% do total. O levantamento da ONG resultou em um site que estreia hoje, a "Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos".

Em segundo lugar, aparecem os crimes de racismo, com 21,8% das ocorrências. Outros delitos incluem apologia ao crime, homofobia, intolerância religiosa, maus-tratos contra animais, xenofobia, neonazismo e trÁfico de pessoas.

A central criada pela Safernet reúne dados de entidades que recebem denúncias de cibercrimes, como a Polícia Federal e a Secretaria de Direitos Humanos. A ONG recebeu, em seis anos e nove meses, mais de 3 milhões de denúncias envolvendo 454,7 mil sites diferentes localizados em 88 países.

Segundo a organização, a central é única na América Latina e recebe uma média de 2,5 mil denúncias por dia. A atualização das informações serÁ mensal. A Safernet explica que as denúncias, das quais 99% são anônimas, são analisadas tanto automaticamente quanto por membros da Safernet e são enviadas aos Ministérios Públicos e à Polícia Federal.

Cibercrime no mundo

No ranking global, a pornografia infantil também estÁ no topo, com 1,2 milhão de denúncias, o que corresponde a 40% do total.  Em segundo lugar vem o crime de apologia e incitação a crimes contra a vida com 19,29%.

A rede social Orkut, do Google, é o site que abriga o maior número de denúncias de crimes na web. O levantamento mostra que o endereço brasileiro "orkut.com.br" registrou o equivalente a 39% das denúncias no mundo todo, enquanto a URL global "orkut.com" ficou com outros 31%. O Facebook estÁ em quarto lugar, com 2%.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.