Display do Lumia 920 funciona com luvas e até talheres

A nova arma da Nokia na batalha dos smartphones é a tecnologia Super Sensitive, desenvolvida em conjunto com a Synaptics. Essa característica permite ao smartphone algo, até então, impossível em aparelhos multitouch: operÁ-lo normalmente com luvas ou até outros objetos, como um garfo.

Isso é o que mostram os testes feitos no Lumia 920 pelo site russo MobileDista. Claro, dificilmente alguém no cotidiano usaria talheres para mexer no smartphone. Isso significa, porém, que ele pode ser operado com canetas stylus comuns e não aquelas especialmente desenvolvidas para displays multitouch (como a S-Pen da Samsung).


O que vai querer para o jantar? Um Lumia 920, por favor.



A tecnologia também estÁ presente no Lumia 820. Ambos os aparelhos são protegidos por Gorilla Glass 2, o que provavelmente explica o display intacto após tantas "garfadas".

- Continua após a publicidade -



Outro aparelho capaz de funcionar com luvas é o Xperia sola, após a atualização para o Ice Cream Sandwich. Isso só é possível, porém, por causa da tecnologia "floating touch", que permite ao usuÁrio interagir com o display sem tocÁ-lo, apenas "flutuando" os dedos a até 20 milímetros de distância.

A Nokia anunciou os novos Lumias no começo do mês, mas, na ocasião, não revelou preços nem datas de lançamento. Apesar disto, um site russo começou a pré-venda dos dois modelos, afirmando que estarão disponíveis a partir do último trimestre. Na ItÁlia e na Alemanha, surgiram informações de que os smartphones chegarão em novembro.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.