Processadores Intel ganham sistema antifurto que inutiliza Ultrabook em caso de roubo

A Intel, em parceria com a McAfee, Absolute e Symantec, apresentou o recurso antirroubo integrado aos processadores da marca. Ele não depende do sistema operacional para funcionar e é capaz de inutilizar uma mÁquina roubada remotamente.

Essa nova solução de segurança é parte integrante do hardware, como explica Wanda Linguevis, gerente de produto do Ultrabook na América Latina da Intel. "Ela impede, por exemplo, a reinstalação do sistema na mÁquina roubada", afirma. O computador também consegue identificar alguns sinais que denunciam um roubo, como vÁrias tentativas erradas de inserção de senha.

Outra novidade é uma espécie de "pílula de veneno". Se o usuÁrio perceber que teve o equipamento roubado, ele pode acessar um site e lançar essa pílula remotamente. Assim, da próxima vez que o ladrão acessar a Internet com a mÁquina roubada, todos os dados serão bloqueados e o PC fica inutilizÁvel até que o dono o reative com uma senha especial.

O recurso trava o computador roubado e permite a exclusão dos dados e o rastreio da mÁquina remotamente. Outro recurso do software é a captura de fotos pela webcam, o que auxilia na identificação do local onde o computador estÁ e de quem estÁ utilizando.


- Continua após a publicidade -


A tecnologia mantém os dados no Ultrabook, mas torna-os impossíveis de serem acessados graças à proteção por criptografia. Quem estiver em posse da mÁquina bloqueada não conseguirÁ sequer reinstalar o sistema, trocar o disco rígido e até mesmo atualizar a BIOS. Tudo só volta a funcionar normalmente com a digitação da senha definida pelo dono do computador.

Essa tecnologia não é exclusiva para ultrabooks. Ela estÁ disponível para mÁquinas que usem processadores da 3ª geração da fabricante. Sua utilização depende do registro online do dispositivo e da escolha de um dos serviços. Durante 90 dias, a solução é gratuita. Depois desse período, a licença custa R$50 ao ano.

Segurança online

Outra novidade dos Ultrabooks com a 3ª geração de processadores Intel é o IPT (Identity Protection Technology, ou tecnologia de proteção de identidade). Ele acrescenta uma camada extra de proteção linkando o seu Ultrabook às suas contas de banco, redes sociais e lojas virtuais favoritas.

A proteção é invisível tanto para você quanto para possíveis ladrões. A tecnologia garante que, quando você acessar um site seguro, ele vai "saber" que o acesso foi feito através de uma mÁquina de confiança. Mesmo se um criminoso descobrir seu nome de usuÁrio e senha, sua conta não poderÁ ser acessada sem esse equipamento específico. O seu Ultrabook e as suas contas ficam interligados.

Conheça mais sobre as tecnologias de segurança integradas ao hardware da Intel e outros recursos dos Ultrabooks clicando aqui.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.