Justiça do RS multa TIM em R$500 mil por propaganda enganosa

A TIM terÁ que pagar uma indenização de R$500 mil por dano moral coletivo aos consumidores do Rio Grande do Sul. A decisão, divulgada nesta sexta-feira (31/08), é da juíza Laura de Borba Maciel Fleck, da 16ª Vara Cível do Foro Central de Porto Alegre. A operadora ainda não foi intimada pela sentença e pode recorrer.

A Justiça gaúcha afirma que a TIM foi condenada por prÁtica comercial abusiva e publicidade enganosa na comercialização do serviço de internet móvel 3G.


O Ministério Público do estado, que moveu a ação em 2010, alega que a oferta feita pela empresa induz o consumidor ao erro, ao "fazê-lo acreditar que a velocidade contratada serÁ disponibilizada na capacidade mÁxima negociada". A TIM também não informava qualquer restrição na quantidade de dados que podiam ser trafegados mensalmente.

Com a decisão, os clientes da operadora podem pedir a rescisão do contrato sem pagar multa, ou o reembolso imediato da quantia paga, desde que a deficiência da qualidade do serviço seja comprovada. A operadora também deve passar a informar nos meios de comunicação e pontos de venda o percentual mínimo da velocidade garantida e os "pontos cegos" da cobertura.

O dinheiro da multa vai ser revertido ao Fundo Estadual de Defesa do Consumidor, do Procon Estadual. Caso a TIM descumpra a sentença, ficarÁ sujeita a uma multa diÁria de R$10 mil.

Devido a problemas variados com a qualidade dos serviços de telefonia e Internet móvel no estado, o Procon de Porto Alegre chegou a proibir, em julho, a venda de novos serviços não só pela TIM, como também pela Oi, Claro e Vivo. Poucos dias depois, a Anatel suspendeu as vendas de novos chips da Oi, TIM e Claro em vÁrios estados. As atividades só voltaram à normalidade no início de agosto, após a apresentação de um plano de melhorias.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.