AMD libera novas informações sobre a geração de CPUs "Steamroller"

Hoje, durante a apresentação do CTO da AMD, Mark Papermaster, a empresa divulgou mais informações sobre a futura geração de processadores da AMD, a Steamroller. Enquanto a geração Piledriver buscou incorporar as tecnologias de vídeo integrado, com a família Trinity de APUs, a Steamroller serÁ a primeira atualização da arquitetura Bulldozer, muito criticada na época de seu lançamento (e que ganhou até um espaço no nosso Top 10: Os maiores fails da tecnologia).

Com a atualização da arquitetura, a empresa espera conseguir a performance e a eficiência que desejava com o lançamento da arquitetura Bulldozer. A geração Piledriver trouxe melhorias na eficiência energética, mas performance não recebeu melhorias, algo que a empresa tem como objetivo na futura geração de CPUs.

Uma das principais mudanças dos processadores Steamroller é a duplicação dos decodes em cada módulo. As mudanças nesta arquitetura buscam reduzir a desvantagem dos processadores em relação a concorrência, entregando até 30% mais operações por ciclo, com a inclusão de um decode para cada integer pipe, aumento do tamanho da cache de instruções e um dispatch mais eficiente.

- Continua após a publicidade -

A AMD busca resolver uma das principais deficiências de seus processadores, no comparativo com a Intel, com esta mudança. Enquanto uma CPU Intel i7 conseguia entregar 16 instruções com quatro núcleos, os AMD FX se limitavam a 8 instruções neste mesmo número de núcleos, uma das sérias desvantagens dos processadores em relação ao concorrente. 

Apesar do ganho de performance, a AMD afirma que esta nova arquitetura entregarÁ um consumo por operação de 15 a 30% menor que a geração anterior de processadores. As CPUs Steamroller chega ao mercado em 2013, com transistores de 28 nanômetros.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.