Brasil terá smartphones a 200 reais até o fim do ano

O governo federal estÁ planejando uma série de ações para estimular a indústria nacional a produzir smartphones e, com isso, oferecer o produto no mercado brasileiro a preços mais acessíveis até o final do ano.

O objetivo, de acordo com o Ministro das Comunicações Paulo Bernardo, é que os consumidores possam comprar, jÁ no Natal de 2012, smartphones mais simples a até R$ 200. Isso te lembra a isenção fiscal que os tablets fabricados no Brasil tiveram no final do ano passado?

"O Brasil estÁ produzindo celulares 2G, quase não estÁ mais produzindo celulares 3G, e não produzimos smartphones. Por uma série de motivos, a nossa base de produção, que era muito importante, ficou defasada. Então nosso plano agora é incluir smartphones na Lei do Bem", disse. Essa lei garante menos impostos sobre os equipamentos tecnológicos e inovadores produzidos no Brasil.

De acordo com o ministro, a pretensão é que celulares com sistema Android, com a isenção do tributo, estejam na faixa de 400 reais e outros mais simples, com acesso somente as redes sociais, na faixa de R$ 200.

As medidas para estimular a produção dos aparelhos celulares no território brasileiro - entre outros temas - jÁ foi aprovada pelo Congresso e deve ser sancionada pela presidente Dilma Rousseff nas próximas semanas.

Além de celulares com acesso a internet a preços mais competitivos, o ministro voltou a enfatizar a necessidade de reduzir a tributação dos serviços de telecomunicações. Ele deu como exemplo da alta carga uma fatura de celular por 100 reais, que embute 36 reais somente de impostos. De acordo com ele, o governo estuda uma forma de diminuir a carga tributÁria no setor de telefonia móvel e fixa de uma forma geral.
Assuntos
Tags
  • Redator: Carolina Franco

    Carolina Franco

    Com pouca habilidade no playstation, leva surra de toda na redação. Seu vício são os games para celular e as tecnologias mobile. Desde que passou a cursar jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina, descobriu nas notícias sua verdadeira vocação: escrevê-las e publicá-las agilmente.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.