Sobre patentes da Apple, Google diz que reclamações "não se relacionam à base do Android"

Ontem, a Google deu seu primeiro depoimento sobre a decisão judicial que obriga a Samsung a pagar US$ 1,049 bilhão à Apple por quebra de patentes. A declaração, fornecida ao site americano The Verge, chega à imprensa com atraso, uma vez que algumas acusações da Apple dizem respeito a funções permitidas pelo sistema Android. 


A Google limitou-se a dizer que a maior parte das reclamações "não se relaciona à base do Android" e que "a corte de apelações vai rever tanto as infrações quanto a validade das reclamações sobre patentes". O Adrenaline traduziu o depoimento e reproduz na íntegra aqui:

A corte de apelações vai rever tanto as infrações quanto a validade das reclamações sobre patentes. A maior parte destas não se relaciona à base do sistema operacional Android, e diversas estão sendo reexaminadas pelo Departamento de Patentes dos Estados Unidos. A indústria de aparelhos móveis estÁ se movendo depressa e todos os seus participantes - incluindo novatos - estão construindo sobre ideias que estiveram circulando durante décadas. Nós trabalhamos com nossos parceiros para dar aos consumidores produtos inovadores e acessíveis, e não queremos que nada limite isso.

De acordo com a decisão do júri, a Samsung violou sete patentes da Apple relacionadas ao design e interação do usuÁrio, em produtos como o Galaxy S II e Galaxy Tab 10.1. A multa foi extipulada em US$ 1.049 bilhões e dólares, e ainda não hÁ definição sobre as vendas suspensas destes aparelhos em território americano, fato que jÁ aconteceu em outros locais

- Continua após a publicidade -

Ambas as empresas podem recorrer da decisão na Suprema Corte americana, e a Samsung jÁ se pronunciou que irÁ buscar todos os recursos disponíveis para mudar a decisão definida pelo júri. A empresa coreana alegou que a Apple quebrou cinco de suas patentes, e pediu indenização de 500 milhões de dólares. Na Coréia do Sul, uma outra decisão judicial determinou que as duas empresas devem pagar indenizações por violação mútua de patentes.

Assuntos
Tags
  • Redator: Tulio Kruse de Morais

    Tulio Kruse de Morais

    Desmonstrando pouco talento para o esporte desde a primeira infância, encontrou consolo para o fracasso no Megaman do NES. Atualmente estuda Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina e procura avidamente por ferramentas digitais que melhorem seu desempenho na apuração.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.