Crosshair V Formula-Z: veja o que há de novo nessa placa-mãe

Em breve, o mundo verÁ uma nova versão da placa-mãe Crosshair, uma evolução da V Formula que foi lançada no ano passado. Aqui nesta preview, queremos mostrar que a Crosshair V Formula-Z é mais do que um pequeno upgrade. Para deixÁ-lo interado de todas essas atualizações, o blog da ROG fez um comparativo entre as duas últimas Crosshairs, que nós traduzimos aqui com exclusividade. Vamos ao que interessa.



A série Crosshair continua em sua 5ª edição, equipada com os mesmos AMD 990FX e SB950 embaixo do heatsink da Republic of Gamers (ROG). O suporte para as CPUs AM3+ continua, mas o equivalente a um ano de ajustes na arquitetura FX - que incluem avanços para a família Piledriver - foi colocado nessa Crosshair V Formula-Z

 

- Continua após a publicidade -


Novidades & Atualizações: Extreme Engine DIGI+ II, Memória com nova topologia
O Extreme Engine DIGI+ II veio para substituir a primeira versão, com melhorias nos transistores MOSFET, como mostra a foto abaixo, e a adição de um controlador DIGI+ VRM para os quatro slots DDR3 DIMM. O número de fases continua igual entre as duas placas. Você pode ver a difereça abaixo, com a Formula-Z à esquerda e a versão de 2011 à direita.


Houve também um ajuste no traçado entre o socket da CPU e os slots DIMM, para que o novo design da topologia, em T, fosse incluso. Ele permite que frequências mais altas de memória sejam atingidas. A ROG recomenda que um kit DDR3 seja adquirido para atingir estabilidade e frequência mÁximas, de preferência com suporte para CPUs AMD FX.

SATA de 6 Gbps
Embaixo do socket ATX, o painel com portas USB 3.0 continua no mesmo lugar. No entanto, agora hÁ oito portas SATA de 6 Gbps alinhadas em duas filas, ao contrÁrio da disposição 6+1 que havia na Crosshair V Formula de 2011. Seis portas são alimentadas pelo southbridge da AMD SB950, enquanto um par de chips ASMedia ASW1061 se encarrega das outras duas (que se somam a outras duas portas eSATA de 6Gbps na parte traseira da placa).

- Continua após a publicidade -


Se você não estÁ conseguindo diferenciar as placas nas fotos acima, abaixo é possível ver a mudança nos heatsinks para tirar qualquer dúvida.


Updates para Windows 8
Uma novidade na base da placa é o botão DirectKey e um switch Fast Boot que foi projetado especificamente para essa funcionalidade do Windows 8. Além disso, a conexão TB_Header dÁ suporte à placa de expansão ASUS ThunderboltEX.

Um adeus ao PCI
A única mudança no layout dos slots é a substituição do PCI por um PCIe 1x, sendo que a placa-mãe ainda tem suporte para quatro portas PCI-Express 16x. A Crosshair V Formula-Z também é compatível com placas de vídeo com PCI-Express 3.0.

SupremeFX III
Na parte do som, a SupremeFX X-Fi 2 que equipava a Crosshair V de 2011 foi substituída pela SupremeFX III, com algumas vantagens como  a Redline PCB, que separa os sinais de Áudio digitais dos analógicos.


Novo BIOS Flashback
A ordem das conexões na parte de trÁs da placa sofreu mudanças, com quatro portas USB 3.0, duas ASMedia ASM1042, seis USB 2.0, socket RJ45 Gigabit Ethernet, PS2 para mouse e teclado, seis jacks de [audio de 3,5mm que dão 7.1 canais de som surround, saída óptica S/PDIF TOSLINK e duas eSATA 6Gbps. A Crosshair V Formula-Z tem também o botão Clear CMOS, e logo acima hÁ o botão BIOS Flashback, que substitui o ROG Connect na porta USB branca. Uma vez que o PC foi iniciado, esta porta se transforma em uma USB 2.0 normal.

Assuntos
Tags
  • Redator: Tulio Kruse de Morais

    Tulio Kruse de Morais

    Desmonstrando pouco talento para o esporte desde a primeira infância, encontrou consolo para o fracasso no Megaman do NES. Atualmente estuda Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina e procura avidamente por ferramentas digitais que melhorem seu desempenho na apuração.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.