CEO da RIM diz que empresa pensou em usar o Android antes do BlackBerry 10

Em entrevista ao Telegraph publicada ontem, o CEO da Research in Motion (RIM), Thorsten Heins, disse que a empresa pensou em migrar para o sistema operacional Android antes de investir no desenvolvimento do BlackBerry 10, novo OS que serÁ lançado tanto para tablets quanto para smartphones. O CEO disse que a companhia não acreditou que o sistema da Google se encaixaria com as necessidades dos seus clientes e que tomou a decisão certa em não aderir a ele.

Um segundo motivo apontado pelo executivo seria a dificuldade em competir e se diferenciar num mercado que estÁ saturado de Androids. Foi o que levou a Nokia a escolher o Windows Phone como plataforma para seus aparelhos.

A carta na manga da empresa, segundo Heins, é o BlackBerry Messenger que oferece recursos de mensagens únicos no mercado de smartphones. Entre esses recursos estaria a compreensão de emoções do usuÁrio. A tecnologia interpretaria os sentimentos através da força usada para digitar as mensagens e da pressão feita no aparelho enquanto ele estÁ sendo segurado.

"BlackBerry Messenger é o que atrai as pessoas para a plataforma BlackBerry", disse o CEO. "EstÁ é a experiência que nós podemos oferecer. Não hÁ outro sistema no mercado no qual você possa ler, escrever e verificar se você leu minha mensagem. Nós queremos tornÁ-lo o mais diferenciado possível. Eu acho que hÁ uma enorme diferença entre alguém que oferece o telefone e o hardware e alguém que presta serviços".

Assuntos
Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.