Associação chinesa coloca a Apple em lista negra de empresas

A situação da Apple não anda nada boa na China. Após uma onda de revolta dos clientes devido a vÁrios problemas relacionados à manutenção dos aparelhos, a China Consumer Association (CCA), a associação de consumidores do país, colocou a companhia em uma lista negra.

O órgão, segundo o ZDNet, publicou um relatório que documenta a investigação da estrutura e das políticas de suporte técnico da Apple na China. O documento leva em consideração o grande número de reclamações feitas na primeira metade do ano e considera "fraco" o atendimento pós-venda da companhia.

Os termos de serviço da Apple citam que a empresa pode usar componentes velhos para o reparo dos produtos. Ainda segundo o relatório, alguns consumidores reclamaram de danos causados aos aparelhos durante o transporte e a Apple não se responsabiliza por isso. A CCA classifica como injustas as prÁticas da empresa e discordantes das leis chinesas de proteção ao consumidor.

Em junho, os consumidores chineses começaram uma onda de revolta contra os serviços de assistência da Apple. Um cidadão, inclusive, entrou com a primeira ação legal contra a Apple na história do país. Isso porque a empresa teria reduzido o tempo de garantia do produto desse consumidor, que, conforme as leis chinesas, deve ser de no mínimo um ano.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.