Ubisoft critica longo ciclo dos consoles atuais

Chegou a vez da Ubisoft dar seu parecer a respeito da permanência dos consoles atuais em detrimento da chegada dos novos videogames. Segundo a companhia, a ausência de novas plataformas tem penalizado a indústria como um todo, desde consumidores e até mesmo os desenvolvedores.

"Entendo a estratégia das fabricantes [de consoles] porque é bastante dispendioso, mas é importante para toda uma indústria porque ajuda principalmente na criação de propriedades intelectuais. Existe muito menos risco para nós dessa forma, porque estamos logo no começo de uma geração e nossos consumidores estão muito mais abertos a novas ideias e produtos. Eles sempre querem o que hÁ de melhor disponível", disse Yves Guillemot, chefe-executivo da Ubisoft.

"JÁ no fim das gerações, ele querem novas coisas, mesmo que possam não comprar essas novas coisas logo de início. Eles sabem que seus amigos irão jogar 'Call of Duty' ou 'Assassin's Creed'' e eles vão seguir e adquirir as mesmas plataformas", completou Guillemot.

Essa não é a primeira vez que uma produtora se pronuncia a respeito dos consoles desta geração. Recentemente, a Square Enix também mostrou descontentamento e preocupação

Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.