Uma das maiores redes de spam do mundo é tirada do ar

Pesquisadores de empresas de segurança divulgaram o desligamento da botnet Grum, a terceira maior rede de computadores zumbis do mundo. Os cibercriminosos usavam esta rede para enviar cerca de 18 bilhões de mensagens de spam por dia, quase um quinto de todo o spam gerado por dia em todo o mundo.

Durante essa semana, os pesquisadores bloquearam a botnet e tomaram o controle de servidores na Holanda e no PanamÁ. Contudo, segundo Atif Mushtaq, pesquisador da empresa FireEye, os cibercriminosos transferiram os comandos para envio de spam para outras mÁquinas localizadas na Rússia e Ucrânia.

O pesquisador compartilhou a informação sobre a nova localização dos computadores zumbis com outros pesquisadores, inclusive localizados na Rússia e Ucrânia. Depois de três dias de trabalho conjunto, eles conseguiram, com a ajuda dos provedores de internet locais, desligar a botnet Grum.

Segundo o jornal The New York Times, no início deste ano, funcionÁrios da Microsoft também conseguiram desligar uma botnet que incluia computadores localizados nos estados de Illinois e Pensilvânia (EUA). Essas mÁquinas eram usadas por cibercriminosos para rodar o Zeus, uma botnet que rouba informações bancÁrias de internautas, bem como números de cartão de crédito, após infectar os computadores com malware.

Assuntos
Tags
  • Redator: Carolina Franco

    Carolina Franco

    Com pouca habilidade no playstation, leva surra de toda na redação. Seu vício são os games para celular e as tecnologias mobile. Desde que passou a cursar jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina, descobriu nas notícias sua verdadeira vocação: escrevê-las e publicá-las agilmente.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.