Firma chinesa processa a Apple por causa do Siri

A empresa Zhi Zhen Internet Technology, de Xangai, na China, processou a Apple por infringir suas patentes no Siri, o assistente pessoal comandando por voz do iPhone 4S. A companhia chinesa detém uma patente de um sistema similar, usado no seu serviço Xiao i.

A Zhi Zhen afirma que emitiu uma queixa à Apple em maio, mas não recebeu nenhuma resposta. De acordo com o The Next Web, um porta-voz da companhia acrescenta que a chinesa registrou a patente em 2004.

A firma quer impedir a Apple de infringir sua propriedade intelectual e ainda espera que a gigante pague todos os custos associados ao processo.

O Siri foi introduzido no iPhone 4S, anunciado em outubro de 2011. Na ocasião do lançamento, o recurso só era compatível com os idiomas inglês, alemão e francês. No mês passado, a Apple adicionou o suporte ao Mandarim, permitindo seu uso na China.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.