Xbox 720 por US$ 99 com subsídio das operadoras de TVs a cabo/via satélites?!

Por essa ninguém esperava. Michael Pachter, analista de mercado da firma de consultoria Wedbush Securities, revelou em entrevista ao Xbox 360 Magazine previsões no mínimo ousadas em relação ao futuro console da Microsoft, extra oficialmente conhecido como Xbox 720.

De acordo com Pachter, a Microsoft pretende celebrar uma parceria com as operadoras de TVs a cabo e via satélite, de forma a subsidiar o console, ao ponto de se chegar a US$ 99, tendo como contrapartida, a fidelização do cliente com a operadora, por um certo período de tempo, como dois anos.


(Suposta imagem do Xbox 720 - Projeto Durango)


A ideia, apesar de parecer absurda em primeiro momento, pode muito bem ser factível. Para quem não lembra, a própria Microsoft chegou a oferecer o Xbox 360 pelos mesmos US$ 99, aos clientes que fechassem um contrato de 2 anos com o serviço Xbox LIVE. Tal tipo de acordo é amplamente adotado pelas empresas de telefonias e fabricantes de smartphones, onde o cliente tem a possibilidade de adquirir um aparelho subsidiado (mais em conta), ao optar pela aquisição de um certo tipo de plano.

- Continua após a publicidade -

Para o analista, a Microsoft pretende claramente transformar o Xbox 720 em um centro de entretenimento global, aliando inclusive, funções de um aparelho de TV a cabo, permitindo que os provedores de serviços de televisão por cabo transmitam seus conteúdos via Internet por meio dos boxes, ficando o SmartGlass com a função de "controlador remoto", e o Xbox 720 usando o Windows 8 para dividir o sinal de TV em vÁrios conteúdos, permitindo aos consumidores distribuírem os diferentes canais em vÁrias telas/monitores dentro de casa.

Em uma rÁpida conta, Pachter calcula que, se de um total de 85 milhões de assinantes de TVs a cabo/satélite existentes nos EUA, a Microsoft conseguisse abocanhar metade deste universo, e recebesse das operadoras "míseros" US$ 5 mensais de cada assinante, a gigante dos sistemas operacionais poderia ao longo de um ano receber a bagatela de US$ 2,55 bilhões. Em um contrato de 2 anos, mais de US$ 5 bilhões. Nada mal para um mercado tão concorrido como os dos consoles.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.