Museu russo utiliza tecnologia da NVIDIA para novo centro multimídia

O Museu do Estado Russo em St. Peterburg é o primeiro museu nacional de arte do país. Inaugurado em 1898, ele fornece acesso à algumas das maiores obras-primas da pintura, escultura e iconografia da Rússia. Agora, com a ajuda da tecnologia das GPUs da NVIDIA, os visitantes do complexo palÁcio podem conferir os trabalhos em grandes detalhes e imergir em uma rica experiência que antes não era possível.



O novo centro multimídia, que conta com a tecnologia multi-display Mosaic da NVIDIA e profissionais GPUs Quadro para mostrar formatos super amplos de imagens em uma incrível resolução, oferece uma experiência única de arte em um auditório de 22 lugares.

"O auditório é muito compacto e um só projetor não pode disponibilizar a imagem na tela - a distância para a parede é muito pequena", explica Vladimir Barzionov, diretor tecnológico do CineSoft, um software desenvolvido para o centro. São necessÁrios dois projetores que misturam imperceptivelmente em uma única imagem para os telespectadores, que incluem especialistas em arte que poderão utilizar o centro para estudar craquelures - fissuração de camadas de tinta - em imagens dimensionadas para 8 metros de largura.

Simplificando a configuração e gerenciamento, a tecnologia Mosaic da NVIDIA faz com que dois projetores do auditório trabalhem essencialmente em uma só enorme exibição. O Mosaic sincroniza os projetores, garantindo que a Área de sobreposição se combine perfeitamente sem artefatos visuais. O resultado final é uma superfície de 3.600 х 1.080 pixels, capaz de reproduzir fielmente a obra de arte.

Com esta capacidade no lugar, o centro permite aos visitantes que deem uma olhada por trÁs das cenas, façam um tour virtual pelo interior das pinturas, entrem em palÁcios jÁ inacessíveis e até mesmo participem de vôos simulados sobre St. Petersburg. Além disso, o centro pode transmitir seus eventos pela internet para a cerca de 100 ramos associados de museus em todo o país, bem como para outros museus do mundo. O sistema permite que participantes escolham e vejam grupo de imagens e vídeo, criem e salvem listas de reprodução e transmitam o conteúdo para a tela ou para a Internet - tudo controlado por uma interface de toque.

O auditório também é equipado com equipamentos de Áudio, um sistema de iluminação especial, uma tetÁ tÁctil de plasma de 50 polegadas para visualização e controle de conteúdo multimídia e um sistema de webcasting. "Esta é a primeira solução para Rússia e Comunidade dos Estados Independentes que inclui suporte para vÁrios projetores em complexas superfícies geométricas e controla o conteúdo com gestos", disse Andrey Popov, produtor executivo da Polden.

Usar a última tecnologia de exibição da NVIDIA parece ser uma receita para o sucesso. De acordo com Vladimir Gusev, diretor do Museu do Estado Russo, "uma vez que as pessoas visitem nossas filiais virtuais, eles se esforçarão para ir ao verdadeiro museu russo."

Assuntos
Tags
  • Redator: Carolina Franco

    Carolina Franco

    Com pouca habilidade no playstation, leva surra de toda na redação. Seu vício são os games para celular e as tecnologias mobile. Desde que passou a cursar jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina, descobriu nas notícias sua verdadeira vocação: escrevê-las e publicá-las agilmente.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.