Google quer acabar com o download de mp3 de vídeos do Youtube

O Google enviou uma carta ao YouTube-MP3.org, site que permite aos usuÁrios baixarem o Áudio dos vídeos em formato .mp3, notificando seus donos de que esse processo de conversão viola os termos de serviço do Youtube.

Além disso, conforme o CNET, o gigante aparentemente bloqueou o acesso à rede de vídeos pelos servidores do Youtube-MP3.

Para o Google, o serviço oferecido pelo site é proibido, uma vez que permite aos usuÁrios "separar, isolar ou modificar os componentes de Áudio ou vídeo de qualquer conteúdo audiovisual do Youtube". A companhia ainda ressalta que, caso o Youtube-MP3 não regularize a situação em sete dias, terÁ que encarar "consequências legais".

Um dos representantes do Youtube-MP3, identificado apenas como Philip, contou ao TorrentFreak que eles enviaram uma longa resposta à companhia, fornecendo detalhes de como o serviço de conversão e download é popular entre dezenas de milhões de pessoas e convidando o Youtube a discutir o assunto mais profundamente.

"Estimamos que hÁ por volta de 200 milhões de pessoas ao redor do mundo que usam serviços como o nosso e o Google estÁ prestes a criminalizÁ-las", diz Philip. "Levando em conta a interpretação deles, cada um desses usuÁrios sofre com a ameaça de serem processados."

O Google, por sua vez, diz que aqueles que fazem o upload de seus conteúdos é que decidem como os vídeos serão compartilhados, monetizados e exibidos. Muitos proprietÁrios de conteúdo são, por exemplo, grandes gravadoras. Logo, com o serviço do Youtube-MP3, os vídeos disponibilizados por elas acabam servindo como fontes de MP3 ilegais.

Vale lembrar que, fora o Youtube-MP3.org, hÁ uma série de outras alternativas. Ainda segundo o TorrentFreak, o Google, porém, tem planos de ameaçar também outros serviços semelhantes.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você pesa mais quando escolhe sua plataforma para jogos?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.