Indonésio vai para a prisão por dizer no Facebook que Deus não existe

Sabem aquelas pessoas que gostam de postar mensagens ateístas na pÁgina do Facebook? Na Indonésia, esse tipo de atitude dÁ cadeia. O indonésio Alexandre Aan foi condenado a dois anos e meio de prisão mais uma multa de US$10 mil por ter declarado, em um grupo ateu que criou na rede social, que "Deus não existe".

Além disso, Aan ainda postou algumas charges nas quais o profeta Maomé aparece mantendo relações sexuais com uma serva.

Conforme reportagem do UOL, a justiça do país condenou Aan em um julgamento na última quinta-feira (14/06) por "espalhar informações que incitam o ódio religioso e animosidade." E não foi só isso. Na época em que publicou as mensagens, o homem chegou a ser espancado por pessoas em Pulau Pulung, sua cidade natal.

Algumas pessoas acharam a pena justa, mas ativistas tanto da Indonésia quanto do exterior estão publicando mensagens de apoio no Facebook e organizando uma petição com o objetivo de anular a decisão.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.