Mercado de games deve arrecadar US$ 70 bilhões anuais até 2017, indica estudo

De acordo com um estudo realizado pela firma DFC Intelligence, a arrecadação anual com a venda de produtos relacionados aos jogos eletrônicos deve atingir os US$ 70 bilhões até 2017. O valor, que inclui PC, consoles e plataforma móveis, significa um aumento de US$ 18 bilhões em relação a 2011, quando o total chegou a US$ 52 bilhões. 

O estudo também indicou que o público casual e os jogos para as plataformas móveis estão expandindo rapidamente. Mas é o público classificado como "core gamer", jogadores entre 12 e 30 anos, que irÁ liderar com folga a grande participação no bolo de arrecadação.

"Distribuição digital, algo jÁ muito aceito mundialmente entre os gamers, estÁ claramente facilitando o acesso aos novos produtos e fazendo a indústria crescer constantemente", disse David Cole, chefe-executivo da companhia de pesquisas. "O destaque é para os jogadores tradicionais, que gastam grande quantidade de dinheiro nos produtos que eles gostam, e nem mesmo os games de redes como o Facebook chamam a atenção deles", completou.


Outros números

Ainda segundo o estudo, o PC deverÁ ser a plataforma com a maior porcentagem na participação final das contagens, com US$ 27.3 bilhões (39%) arrecadados até o ano em questão. Isso irÁ acontecer, segundo projeções, pela vasta adesão dos usuÁrios ao sistema de distribuição online de games, uma tendência crescente na indústria dos jogos eletrônicos.

Por fim, consoles participariam, com 36% (US$ 25.2 bilhões) e os games móveis com 25% (US$ 17.5 bilhões).

Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.