HP Brasil participa do desenvolvimento de chips nacionais para rastreabilidade de produtos

A HP vai adotar tecnologia brasileira de microeletrônica no processo de rastreabilidade de equipamentos utilizado em seu Programa de Reciclagem. A CEITEC S.A, empresa vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) que desenvolve e produz circuitos integrados para RFID (identificação por radiofrequência) e aplicações específicas, acaba de entregar o primeiro lote de engenharia para continuidade do desenvolvimento de chips nacionais para identificar produtos de imagem e impressão fabricados no Brasil pela HP, ao longo de todo o processo produtivo – desde a fabricação propriamente dita, passando pela distribuição, até chegar ao retorno dos itens, depois de terem passado pelos clientes, para a reciclagem.

As amostras iniciais do CTC 13000, modelo de chip desenvolvido no padrão EPCglobal pela CEITEC S.A, jÁ haviam sido testadas com colaboração da HP por meio de seu Centro de Excelência em RFID (RFID CoE) – único laboratório acreditado pela EPCglobal no Brasil, e primeiro, no mundo, acreditado em testes de portal, esteira e estÁticos. Agora, um lote em grande escala encontra-se em avaliação para continuidade do desenvolvimento da solução completa, o que inclui antena e montagem da TAG a ser aplicada nos produtos da maior empresa de TI do mundo, a HP.


"O CTC 13000 é um chip de múltiplas aplicações em logística totalmente desenvolvido pela equipe da CEITEC S.A, garantindo propriedade intelectual brasileira. Certamente, ele vai agregar valor aos produtos HP. A adoção desse chip também vai ao encontro da estratégia da HP de usar cada vez mais componentes nacionais em seus produtos", ressalta o superintendente de Desenvolvimento de Produtos e Negócios da CEITEC S.A, Reinaldo de Bernardi. Marcelo Pandini, Gerente de Operações e RFID da HP Brasil, afirma: "A inserção de chips com tecnologia brasileira na manufatura de nossos produtos fabricados no Brasil proporcionarÁ resultados positivos tanto por parte da HP Brasil quanto da CEITEC nos âmbitos de negócio, estratégia e ambiental".

Resultados em sustentabilidade

O chip brasileiro ajudarÁ a HP a ampliar a utilização da tecnologia de RFID, presente na cadeia de suprimentos da campanha desde 2004. O uso desta solução dentro da HP faz parte do projeto SmartWaste, desenvolvido para estabelecer o rastreamento do retorno de equipamentos eletrônicos em fim de vida e assegurar seu descarte adequado e, principalmente, para a quantificação do material recolhido, com o propósito de reinserir a matéria-prima reciclada na fabricação de novos produtos HP no Brasil.

O programa permite mensurar cada componente do produto rastreado como vidro, metal e plÁstico e, assim, direcionar sua composição técnica contribuindo na totalização de itens que possam ser reinseridos na própria cadeia produtiva da companhia, na fabricação de novos produtos HP e também, direcionando-os a outros segmentos industriais de reciclados.

Desde a criação do SmartWaste, a HP inseriu a identificação eletrônica em cerca de dez milhões de impressoras e em apenas cinco meses de implantação, de julho a dezembro do ano passado, o programa rastreou cerca de 35 mil impressoras, sendo que quatro mil delas jÁ foram totalmente identificadas e segregadas. Os materiais inovadores hoje estudados para que possam ser reinseridos como matéria prima em novos produtos HP jÁ rendem 17,8 toneladas deste total.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

Qual vai ser o melhor game de abril de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.