Câmara dos Deputados aprova lei de criminalização dos delitos virtuais

A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que tipifica crimes cibernéticos, definindo como crime delitos realizados através da internet e as punições cabíveis para cada. Agora, o projeto serÁ encaminhado para o Senado Federal, e também dependerÁ da sanção presidencial para entrar em vigor.


Criminoso virtual mascarado, realizando um ataque em pé. Parece legítimo.


O PL 2793/2011 aborda principalmente dois tipos de crimes, a invasão de aparelho informÁtico, quando dispositivo informÁtico alheio é devassado (cuma?), conectado ou não à rede de computadores mediante violação indevida de mecanismo de segurança; e a interrupção de serviço telefônico, informÁtico, telemÁtico ou de informação pública, quando um serviço é interrompido e tem a restauração dificultada.

Saindo do juridiquês, o primeiro poderÁ enquadrar invasão de computadores, como interceptação de e-mails, roubo de arquivos confidenciais, etc. JÁ o segundo caso trata de ataques a serviços, como por exemplo os DDoS, utilizado para derrubar sites da forma como aconteceu ontem com o Pirate Bay.

- Continua após a publicidade -

As penas variam de três meses a um ano, no caso de invasão de computadores, e de um a três anos, no caso de ataque a serviços online. As penas podem ser agravadas, em casos como ataques aos representantes do poder executivo, em situações que seja comprovado prejuízo econômico ou em calamidades públicas.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.