NVIDIA GK110 tem 2880 CUDA Cores! GeForce GTX 780 a caminho...?

16/05 - 14:17

Esta semana estÁ sendo particularmente movimentada para a NVIDIA, bem como para os "entusiastas de plantão", em virtude da série de novidades anunciadas pela companhia durante a GPU Technology Conference em San Jose na Califórnia. Foi assim com o anúncio da plataforma de games na nuvem GeForce GRID, bem como o lançamento da nova geração de GPUs científicas Tesla.

AliÁs, embora a companhia não tenha revelado muitos detalhes sobre a versão mais poderosa da nova linha Tesla – codinome K20, eis que surgiu a pouco na web, algumas informações bem interessantes sobre o seu chip.

De acordo com o Guru3D, a GPU utilizada na K20 é a GK110, chip até então considerado por muitos céticos como algo imaginÁrio, apesar de seu nome ter aparecido em um rumor no começo do ano, época em que se falava na GeForce GTX 690.

- Continua após a publicidade -

(Die GK110)

 

A diferença para a GK110 especulada no início do ano, para a GK110 da K20, estÁ na quantidade de CUDA Cores (ou Shaders/ALU Processors). Se antes falava-se em 2.304 CUDA Cores, agora a GPU vai bem mais além, com 2.880 CUDA Cores!

Trata-se de um incremento de 87,5% na quantidade de Shader Processors sobre o GK104 presente na GeForce GTX 680.

AliÁs, os números em torno da GK110 são impressionantes, conforme pode ser constatado abaixo:

- Continua após a publicidade -

- 7,1 Bilhões de transistores;
- 2.880 Shader processors;
- 15 SMX (shader engines com 192 Shader-ALUs);
- 384 Bits de barramento de memória do tipo GDDR5.

Com a "revelação" da GK110, é natural que se iniciem as primeiras especulações mais contundentes em torno de sua chegada para o mercado doméstico, ou seja, da primeira GeForce a ser equipada com o novo chip grÁfico.

A julgar pelo próprio nome da GPU, é quase certo que a GK110 só apareça na geração seguintes de GeForces, ou seja, na GTX 780. Resta saber se a NVIDIA utilizarÁ todo o "poder de fogo" do chip, ou seja, se ativarÁ os 2.880 CUDA Cores, ou "apenas" 2.304 CUDA Cores conforme sugerido no rumor do início do ano.

O certo é que toda esta quantidade extra de Shader Processors, junto com um barramento de memória bem mais robusto (e provavelmente clocks mais elevados), não serÁ dúvida para ninguém o expressivo aumento de desempenho sobre a GK104.

Atualizado às 20:20 (16/05)

De acordo com novas informações divulgadas a pouco pelo Guru3D, o GK110 teria na verdade não 15 SMX mas sim 16 SMX, resultando, em outras palavras, no total de 3.072 CUDA Cores!

Atualizado às 14:46 (17/05)

A NVIDIA acabou de divulgar as primeiras informações oficiais do GK110. O chip tem na realidade 2.880 CUDA Cores (15 SMX) e não 3.072 CUDA Cores (16 SMX). Em poucos instantes, divulgaremos uma notícia contendo todos os detalhes divulgados pela NVIDIA.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

Você quer processadores da AMD com gráficos integrados

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.