Alvo de investigações, presidente da TIM renuncia ao cargo

A Telecom ItÁlia anunciou hoje que Luca Luciani, executivo da companhia e presidente da TIM no Brasil, controlada pela empresa italiana, renunciou a todos os cargos por ele exercidos. No lugar dele, entrarÁ Andrea Mangoni, atual vice-presidente financeiro da Telecom ItÁlia e diretor-presidente da operadora brasileira.

Luciani deixa a empresa um dia após surgir na mídia a informação de que ele poderia se desligar devido a investigações das autoridades italianas.


O executivo é investigado hÁ cinco anos por causa de chips de telefonia móvel irregulares, conforme a Reuters. Entre os problemas, estão a falsificação de 2 milhões de cartões SIM para celulares pré-pagos emitidos entre 2005 e 2007 na ItÁlia. Alguns foram ativados para usuÁrios falecidos ou fictícios, segundo os investigadores. Além disso, algumas das suas operações no Brasil também são alvo de investigação. 

Sob o comando de Luciani, a TIM alcançou, no ano passado, o segundo lugar em telefonia móvel no Brasil, com 26,8% de participação de mercado em março, segundo dados da Anatel. Esse índice equivale a mais de 67 milhões de linhas.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.