O "Google Phone" ia ser bem diferente dos Androids de hoje

Se o Google tivesse lançado seu próprio smartphone lÁ em 2006, antes mesmo do primeiro iPhone, ele provavelmente não teria nada a ver com os Androids que vemos por aí hoje em dia. O Google Phone teria um teclado QWERTY físico e um display QVGA, com apenas 320 × 240 pixels de resolução. Telas sensíveis ao toque sequer estavam nos planos naquela época.


As imagens estão nos dados do processo que a Oracle abriu contra o Google por infração de patentes. O julgamento começou no dia 14 e, caso a justiça seja favorÁvel à Oracle, a empresa poderÁ cobrar royalties sobre a venda de cada aparelho baseado em Android, ou até proibir o Google de utilizar o Java em seu sistema.


De acordo com o The Verge, as configurações desse modelo específico não são muito detalhadas, mas sabe-se qual era o padrão que o Google imaginava para os Android. Seriam smartphones com processadores de, ao menos, 200MHz, 64MB de memória RAM, slot para miniSD, câmera de 2 megapixels e Bluetooth 1.2.

O primeiro Android do mercado chegou em 2008 e era fabricado pela HTC. O HTC G1 não parecia em nada com o protótipo, mas ao menos herdou uma de suas características: o teclado físico. JÁ o smartphone "do Google", o Nexus One, saiu só em janeiro de 2010.


O HTC G1 foi o primeiro smartphone Android do mundo



Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual o seu palpite para os preços dos consoles da próximo geração?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.