Nvidia anuncia três novos modelos da série GeForce 600

A Nvidia apresentou, nesta semana, sua nova linha de placas grÁficas bÁsicas da série 600, apenas para OEMs. Com as novas placas grÁficas, a companhia visa capturar uma grande variedade de necessidades para cada tipo de computador pré-montado. Baseadas no novo núcleo GK107, temos a GT 630 e uma GT 640. Além delas, hÁ uma outra versão da GT 640 e a GT 645 que serão revisões da anterior GTX 560 SE, baseadas nos núcleos GF116 e GF114, respectivamente.



Quanto a GeForce GT 630, ela é de fato um novo cartão Kepler com GPU 875MHz GK107 com 384 núcleos CUDA, 32 unidades de textura e 16 ROPs. O GT 630 estÁ disponível com 1 ou 2GB de memória DDR3 com uma velocidade de 891 MHz (1782 MHz efetivamente)  e 128 bits de interface de memória. Ele é um cartão surpreendentemente pequeno, mostrando que a Nvidia partiu para um design discreto com um pequeno cooler e um conector DVI, HDMI e D-sub no cartão. A potência mÁxima é  50W.

Em seguida, temos uma das versões da GeForce GT 640. O modelo base vem da GK107 com um clock menor do que a GPU GT 630 a 797MHz, enquanto todo o resto continua o mesmo. O modelo é um Fermi GF116 com 144 núcleos CUDA, 24 unidades de textura e 16 ROPs. Aqui, o clock do chip grÁfico é 720MHz com shaders em 1440MHz. O clock de memória continua a 891MHz, mas esta placa tem uma interface de memória de 192-bit e, como tal, vai vir com 1.5 ou 3GB de memória DDR3.


A outra versão do GT 640 é a terceira e última do cartão Kepler GK107 e, embora a contagem de núcleos CUDA, as unidades de textura e ROPs permanecerem as mesmas, o núcleo foi cronometrado para até 950MHz. Este cartão também tem 1 ou 2GB de memória GDDR5, que tem clock de 2.5GHz (5GHz de forma eficaz). Os modelos mid-range e high-end da GT 640 também têm um maior poder de tração de até 75W e as informações apontadas no site da Nvidia apontam sinais de um opcional conector de alimentação. O modelo bÁsico ostenta uma porta Display, HDMI e D-sub ao passo que os modelos médio/alto devem vir com conexão HDMI, DVI-I e D-sub.

Por último, vem a GeForce GT 645, um cartão baseado na Fermi GF114. A Nvidia afirma que o GT 645 tem uma interface de memória de 128-bit, o que gera dúvidas jÁ que a GTX 555 tem uma interface de memória de 192-bit e as especificações são idênticas.


Assuntos
Tags
  • Redator: Carolina Franco

    Carolina Franco

    Com pouca habilidade no playstation, leva surra de toda na redação. Seu vício são os games para celular e as tecnologias mobile. Desde que passou a cursar jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina, descobriu nas notícias sua verdadeira vocação: escrevê-las e publicá-las agilmente.

Qual o seu palpite para os preços dos consoles da próximo geração?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.