Pesquisadores criam chip para fabricação de smartphones com "raio-x"

Você jÁ deve ter visto por aí alguma publicidade online anunciando um aplicativo de raio-X para smartphones. Aquilo é, obviamente, uma brincadeira não-efetiva. Mas pesquisadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, descobriram um jeito de transformar a ideia em realidade.

Eles criaram um chip que permite aos aparelhos enxergarem através das paredes. Para isso, não usaram o raio-X propriamente dito, mas sim uma tecnologia de semicondutores complementares de metal-óxido, ou CMOS na sigla em inglês. Eles são capaz de detectar ondas de frequência eletromagnética na faixa dos terahertz.

"O CMOS é barato e pode ser usado para fazer muitos chips", afirma Kenneth O, professor de engenharia elétrica da universidade. "A combinação do CMOS com os terahertz significa que você poderia colocar esse chip e um receptor na traseira de um celular, transformando-o em um dispositivo capaz de ver através dos objetos, e que cabe no seu bolso."

Conforme o The Inquirer, a tecnologia faz com que o smartphone consiga enxergar através de vÁrios materiais, inclusive muros e madeira. Entre as aplicações possíveis, estão a detecção de tumores em pacientes e até mesmo de dinheiro falso.

- Continua após a publicidade -

Quanto a possíveis problemas com invasão de privacidade, isso não deve ser um problema. Os estudiosos garantem que o alcance mÁximo do chip é de apenas dez centímetros. E, por enquanto, ainda não hÁ previsão de quando a tecnologia estarÁ acessível para uso comercial.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.