Número de Macs infectados com o Flashback cai 60%

Nos últimos dias, vem diminuindo a quantidade de Macs infectados com o malware Flashback, descoberto no início de abril e que chegou a atingir mais de 600 mil mÁquinas no mundo todo. Conforme a Symantec, esse número, agora, caiu para 270 mil.

Em apenas um dia, de terça para quarta-feira (11/04), 110 mil Macs foram "curados". Segundo a companhia, a distribuição de códigos maliciosos através de vÁrios domínios registrados pelos cibercriminosos também foi controlada.

O Flashback se espalhou aproveitando uma vulnerabilidade no Java e conseguia infectar a mÁquina mesmo se o usuÁrio não digitasse a senha de administrador. A brecha só foi corrigida pela Apple no dia 6 de abril, sendo que, no Windows, a mesma falha recebeu um patch da Microsoft em fevereiro.

Desde então, vÁrias companhias de segurança passaram a oferecer ferramentas gratuitas para remover o malware. É o caso da F-Secure e da Kaspersky, por exemplo. A própria Apple liberou mais uma atualização, que não só remove o malware da mÁquina como configura o plugin para não executar applets automaticamente.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.