Conheça o computador mais lento do mundo

Tente responder à seguinte pergunta: o quão lento pode ser um computador e, ainda assim, conseguir rodar o Ubuntu? O hacker Dmitry Grinberg descobriu. Ele construiu uma mÁquina para ser a "pior possível" e que, mesmo assim, conseguiu dar boot no sistema operacional – após quatro horas.

Para montar a mÁquina, Grinberg usou um processador 8-bit com 24MHz. O equipamento tem apenas 16KB de memória e 128KB de armazenamento flash. O Linux exige, porém, um processador de 32-bit e pelo menos 1MB de memória. Qual foi a solução?

Grinberg, então, desenvolveu um emulador de ARMv5, um processador 32-bit. Resultando em um clock efetivo de 6,5GHz, 300 mil vezes mais lento que uma CPU de 2GHz, o hacker conseguiu fazer a mÁquina carregar um prompt de comando em duas horas e iniciar o Ubuntu em si após quatro horas.

Conforme o site Extreme Tech, é possível montar uma mÁquina como essa por cerca de US$20. É provavelmente o menor e mais barato computador baseado em Linux, mas por mais US$5 dÁ para comprar um Raspberry Pi, um PC do tamanho de um cartão de crédito com processador ARM de 700MHz, 128MB de RAM e até mesmo saída HDMI.

Abaixo, você pode conferir um vídeo com a performance do PC de Grinberg. Não se preocupe: ele estÁ bem acelerado e não tem quatro horas de duração – "apenas" dez minutinhos.


.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.