Sega relata perdas, demite funcionários e cancela produção de jogos

A situação financeira na casa de "Sonic" jÁ viveu dias melhores. A produtora japonesa Sega informou que estÁ enfrentando um momento de queda de lucros: a companhia passou de US$ 462 milhões para US$ 243 milhões arrecadados durante este último ano fiscal, que termina neste sÁbado (31 de março). Os dados são comparados ao mesmo período do ano anterior.

A companhia informou que passarÁ por um processo de reestruturação empresarial que, além de custar à empresa US$ 86,5 milhões, significa cancelamentos quanto à produção de games e cortes no número do quadro de funcionÁrios. Essa medida, segundo a Sega, visa principalmente garantir a "criação de uma empresa pequena para garantir os lucros mais estÁveis". Não foi informado quantos funcionÁrios foram demitidos.

Além disso, a Sega irÁ agora se concentrar no desenvolvimento de jogos que jÁ tenham tradição na indústria em detrimento de outros menos sucedidos. É o caso de "Sonic", "Football Manager", "Total War" e "Aliens", que continuarão ganhando suas versões anuais ou edições sequenciais.  Outras séries ou novos projetos estão descartados definitivamente.

Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

Em um remake, você quer:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.