Justiça nega pedido da Hasbro contra as vendas do ASUS Transformer Prime

A Hasbro, companhia por trÁs de todos os produtos vinculados aos robôs Transformers, bem que tentou, mas não conseguiu impedir as vendas do tablet Transformer Prime, da Asus. Com o argumento da similaridade entre os nomes, a empresa pediu em dezembro à justiça o banimento das vendas, mas agora o juiz responsÁvel pelo caso resolveu negar a solicitação.



A dona dos Transformers – aqueles, dos filmes, brinquedos e desenhos - tentou convencer o juiz de que o Transformer – o tablet - poderia confundir os consumidores, levando-os a pensar que é um produto da Hasbro. A companhia pretendia conseguir uma injunção preliminar para barrar as vendas. O argumento, porém, não colou.

"Não se pode dizer que exista qualquer similaridade no uso ou função entre os produtos da Hasbro e da Asus", declarou o juiz. A Hasbro, por sua vez, declarou que "discorda fortemente da decisão do tribunal" e que, enquanto o caso caminha em direção ao julgamento, vai "tomar todas as medidas necessÁrias para proteger suas marcas reconhecidas e estabelecidas globalmente."

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Em um remake, você quer:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.