Benchmarks e vídeo comparam o Tegra 3 com o Apple A5X

A Apple causou polêmica quando Tim Cook, CEO da companhia, afirmou que o processador A5X do novo iPad é quatro vezes mais rÁpido que o Tegra 3 da NVIDIA, que equipa o Asus Transformer Prime. Agora, chegou o momento de confrontar as duas CPUs para ver qual, de fato, se sai melhor.

E foi isso que o site Laptop Magazine fez. Eles usaram o GLBenchmark 2.1, que tem versões tanto para Android quanto para iOS e realizaram uma série de testes. O tablet da Apple começou levando a melhor: no Egypt Standard Test, que mostra uma animação em 3D, o A5X processou 6.718 frames a uma taxa de 60 fps, enquanto o Tegra 3 conseguiu 5.939 a 53fps.


A diferença foi grande mesmo no teste geométrico, no qual o iPad processou 7.530.524 frames a 57 fps, enquanto o concorrente fez menos da metade: 3.523.926 a 27fps. O mesmo ocorreu no teste de preenchimento, que mede a velocidade de texturização: o score foi de 1,9 bilhão por segundo para o chip da Apple contra 404,6 milhões para o Tegra 3.



Processamento e navegação

Até aí, a Apple se saiu melhor. Mas na hora de medir o poder de processamento fora os grÁficos, a situação muda em favor da NVIDIA. No Geekbench, o Tegra 3 deu uma surra no A5X, com 1.571 pontos contra 692 do A5X. No quesito pontos flutuantes, a pontuação foi de 2.408 e 825, respectivamente e, no subteste de memória, 1.076 vs. 784.

- Continua após a publicidade -



Na navegação web, a disputa foi mais equilibrada. O teste Peacekeeper mostrou um empate técnico entre os dois: 386 pontos para o iPad e 387 para o Transformer Prime. O Sunspider, que mede renderização de JavaScript, mostrou uma vantagem do iPad, com 1,8 milésimos de segundo contra 2,2 do tablet da Asus. O Laptop Magazine lembra, porém, que os navegadores são diferentes, o que pode influenciar o resultado.



Games lado-a-lado

SerÁ que toda essa vantagem grÁfica do iPad, em números, faz mesmo diferença na prÁtica? O pessoal do Laptop Magazine quis conferir isso também. Nada melhor para isso do que jogar vÁrios games, lado a lado, nos dois tablets.

Em games como "Riptide GP" e "Shadowgun", a equipe do site notou uma clara vantagem em nitidez e riqueza de cores no Retina Display do iPad. Porém, as versões dos mesmos jogos no Transformer Prime exibem efeitos visuais que estão ausentes no iPad. No "Riptide GP", por exemplo, hÁ mais reflexos na Água e um efeito de respingos na tela. Confira o vídeo abaixo e tire suas próprias conclusões:

- Continua após a publicidade -



Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Em um remake, você quer:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.