Empresas brasileiras projetam US$60 milhões em negócios após a CeBIT 2012

O Brasil encerrou sua participação como país parceiro da CeBIT 2012, que ocorreu entre 5 e 9 de março em Hannover, na Alemanha, com a presença de 130 organizações, entre empresas e instituições privadas, e a instalação de seis pavilhões que ocuparam 1.200m² distribuídos pelas quatro Áreas temÁticas do evento.

Segundo dados da Softex, a entidade que organizou e coordenou a presença brasileira na feira, empresas como ClaritySoft, Comprova.com, Ibrowse, Kalisoftware e STA Holding jÁ comemoram negócios e parcerias técnico-comercial fechadas no evento. "Nossas expectativas para a CeBIT 2012 foram superadas", comemora Djalma Petit, diretor de mercado da Softex. "Embora o ciclo de venda de soluções de software seja longo, podendo superar até um ano, projetamos um volume de negócios da ordem de US$ 60 milhões para a nossa delegação nos próximos 18 meses."

Divulgação/CeBIT


Os resultados vêm após um investimento de €2,5 milhões, com apoio e realização do MCTI - Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação; MRE – Ministério das Relações Exteriores; Hannover Fairs do Brasil - subsidiÁria no País da Deutsche Messe, promotora do evento; Softex e Apex-Brasil.


"Delegações oficiais de países como Argentina, Polônia, Suíça e EslovÁquia visitaram os pavilhões do Brasil e os resultados positivos da feira jÁ puderam ser contabilizados nos primeiro dias da CeBIT, com o fechamento de negócios", informa Constantino Bäumle, diretor da Hannover Fairs do Brasil, representante da feira no País.

"A feira foi um marco na consolidação da imagem da indústria brasileira de TI no exterior. Podemos dividir a projeção global de nossa indústria antes e depois da CeBIT 2012", afirma Arnaldo Bacha, vice-presidente executivo da Softex.

Visibilidade para o Brasil
Em sua cerimônia de abertura, a CeBIT contou com as presenças da presidente Dilma Rousseff e da chanceler alemã Angela Merkel, além dos ministros Fernando Pimentel, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; Antonio de Aguiar Patriota, das Relações Exteriores; Paulo Bernardo, das Comunicações; Marco Antonio Raupp, da Ciência, Tecnologia & Inovação; além dos Governadores Tarso Genro, do Rio Grande do Sul, e Jaques Wagner, da Bahia.

Para Rogerio Bellini, diretor de negócios da Apex-Brasil, essa edição da CeBIT foi um importante para manter a visibilidade do Brasil num segmento que é um desafio, jÁ que o país não é lembrando como fornecedor na Área tecnológica.  "Tivemos aqui em Hannover duas oportunidades importantes: a de fazer a avaliação da competitividade do produto brasileiro no mercado internacional, como também alavancar o salto de entrada nos mercados externos e descobrir novas parcerias tecnológicas, principalmente com empresas europeias, através da Alemanha que é uma porta de entrada para a Europa."

A CeBIT é a mais importante feira e congresso internacional dos negócios digitais. Organizada pela Deutsche Messe AG (maior promotora de feiras do mundo), a CeBIT foi idealizada como um evento único - combinando feira, conferências, palestras, eventos corporativos e salas de negócios – e é realizada anualmente em março, desde 1986.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.