Visa e Intel formam aliança estratégica para melhorar o comércio em dispositivos móveis

A Visa e a Intel anunciaram um acordo estratégico para o desenvolvimento de soluções de comércio móvel, sob medida para os consumidores dos países desenvolvidos e emergentes. Durante uma coletiva realizada no Congresso Mundial de Mobilidade em Barcelona, as empresas delinearam planos para colaborar e garantir que os consumidores desfrutem de uma experiência consistente, perfeita e segura nos smartphones e tablets baseados no Intel® Atom™.


"O acordo entre Visa e Intel abre caminho para que instituições financeiras de todo o mundo ofereçam a seus clientes serviços financeiros e de pagamentos móveis, utilizando dispositivos e tecnologias inovadores, projetadas pela Intel", declarou John Partridge, Presidente da Visa Inc. durante a coletiva. "Esse é outro exemplo de como a Visa estÁ tornando os pagamentos móveis amplamente disponíveis, por meio de dispositivos e sistemas operacionais, e estÁ assegurando que os aplicativos para o comércio móvel estejam alinhados com as tecnologias existentes e padrões de segurança estabelecidos pela indústria global de pagamentos".

A Visa certificou o Dispositivo de Referência para Smartphones da Intel, equipados com o processador Intel® Atom™ Z2460 para uso com o Visa payWave, a tecnologia de pagamento móvel da Visa que possibilita aos consumidores pagamentos rÁpidos e seguros nas lojas ao simplesmente balançar seu telefone móvel na frente de um terminal de pagamento. Isso possibilitarÁ a fÁcil implementação para OEMs que ofereçam smartphones habilitados com o NFC.

O Dispositivo de Referência para Smartphones da Intel contarÁ com o aplicativo para pagamentos Visa payWave e a tecnologia NFC (Near Filed Communication), o padrão para comunicação de curto alcance que possibilita que telefones móveis transmitam com segurança as informações de pagamento para um terminal de pagamento.

- Continua após a publicidade -

Quando usados em combinação com smartphones compatíveis com o UICC da Visa e baseados no Dispositivo de Referência para Smartphones da Intel, os dispositivos podem ser habilitados para se conectarem com o serviço móvel da Visa, fornecendo às instituições financeiras e operadoras móveis, maneiras para baixar, com segurança, as informações sobre os pagamentos da Visa e o aplicativo Visa payWave "de forma wireless" para um chip protegido, presente nos smartphones equipados com a NFC. A conexão com o serviço móvel da Visa pode ser habilitado por uma Plataforma de Gestão ConfiÁvel de Serviços, como a plataforma Giesecke & Devrient's (G&D).

"A estratégia da Intel é de habilitar aos usuÁrios experiências mais seguras e atrativas, por meio de dispositivos móveis baseados em tecnologias desenvolvidas pela Intel. Nossa aliança com a Visa leva em conta essa estratégia e leva soluções globais de comércio e pagamento móvel para os dispositivos baseados em Intel", declarou Mike Bell, Vice-Presidente da Intel e Gerente Geral do Grupo de Comunicações e Mobilidade da empresa. "Nosso trabalho com a Visa também se amplia aos nossos clientes, que estão projetando produtos baseados no Dispositivo de referência para Smartphones da Intel".

O acordo combina a experiência da Visa no processamento de pagamentos, autenticação do titular da conta e alcance global da rede, com a experiência e a liderança da Intel no desenvolvimento de tecnologias que servem como base para os dispositivos computacionais do mundo.

No Congresso Mundial de Mobilidade em Barcelona, de 27 de fevereiro a 1 de março, as empresas têm demonstrado os serviços móveis da Visa, no novo dispositivo móvel da Intel, incluindo o V.me da Visa, o novo serviço de carteira digital da Visa oferecendo o aplicativo Visa payWave; o Movida, o novo serviço de pagamento na Índia; o Visa Mobile Prepaid, novo produto da Visa baseado na mobilidade e sob medida para os consumidores dos países em desenvolvimento.

Assuntos
Tags
  • Redator: Pedro Lima

    Pedro Lima

    Graduando de Jornalismo e Ed. Física, Pedro cresceu jogando videogames e futebol. Dividiu sua infância e adolescência com master-system, super nintendo, 486, k6-2, playstations e outros eletrônicos. Com eles aprendeu, além de gostar de games, tecnologia e ciência, a idolatrar Homer Simpson e Jaiminho, do Chaves.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.