Brasil foi o terceiro mercado que mais vendeu computadores em 2011

O mercado de computadores chegou à marca de 15,4 milhões de mÁquinas vendidas em 2011, número que, segundo a IDC Brasil,  comprova a previsão de um ano bastante aquecido, principalmente no que diz respeito à competição entre os fabricantes.

De acordo com o estudo Brazil Quarterly PC Tracker, 55% dos equipamentos são notebooks e netbooks e 45% são desktops. Deste total, 70% foram destinados ao segmento doméstico e 30% ao segmento corporativo, que inclui Governo e educação. "As compras de PCs do segmento doméstico cresceu aproximadamente 20% em relação ao ano de 2010. JÁ o corporativo teve crescimento de 10%, desconsiderando Governo e educação, que teve queda de 24%", declara Luciano Crippa, gerente de pesquisa da IDC Brasil.


Somente no último trimestre de 2011 foram vendidos 4,2 milhões de computadores, sendo 40,8% desktops e 59,2 notebooks e netbooks. "O quarto trimestre foi bom, porém poderia ter sido ainda melhor não fosse a alta do dólar e dificuldade para a aquisição de HDs, devido às enchentes na Tailândia", disse Crippa, que aponta crescimento de 10% no último trimestre de 2011 em relação ao mesmo período de 2010.

No início de 2011, a IDC previa que o mercado chegaria à marca de 15,3 milhões de computadores. "Este foi um ano que consolidou o Brasil na terceira posição do mercado mundial de computadores, ficando atrÁs apenas de China e Estados Unidos.

Ainda de acordo com a pesquisa da IDC, as vendas de netbooks tiveram redução de 18% em relação ao ano de 2010, principalmente por conta do crescimento do mercado de tablets e de notebooks. "Grande parte dos usuÁrios que buscavam até então o netbook como um segundo computador, para navegação na internet, jÁ conseguiram compreender que o tablet pode oferecer uma experiência de uso muito mais apropriada".

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.