Kul Wadhwa, diretor da Wikipedia, fala sobre o futuro da instituição, conhecimento e SOPA

Um dos nomes mais importantes da internet mundial esteve presente na Campus Party Brasil 2012. Falamos de Kul Wadhwa, diretor gerente da Wikipedia, um dos serviços de busca e troca de conhecimento mais importantes da rede. O foco da palestra foi a expansão das atividades, bem como parcerias estratégicas e novas plataformas ligadas à instituição, incluindo uma nova rede social. Ah, é claro, o S.O.P.A também entrou em pauta.




Kul Wadhwa, em palestra na Campus Party Brasil 2012: animação contagiante e mente aberta sobre assuntos polêmicos

Segundo o executivo, pessoas, tecnologia e motivação fazem parte da tríade de planos de estrutura e crescimento da Wikipedia. "Eu quero explodir os negócios. É mais ou menos como estar na escola ou na faculdade e querer fazer milhões de coisas ao mesmo tempo. Melhor ainda se forem inovadoras e possam ser mostradas pela internet sem aquela obrigação instituicional das empresas", explica. 

Só que, sem conhecimento, é praticamente impossível fazer isso acontecer. "Antigamente, como você não tinha muito acesso rÁpido a informações por causa das bibliotecas, que guardavam as informações mais importantes e não permitiam um acesso menos restrito, as coisas eram mais difíceis. Agora, temos a internet e podemos usar a tecnologia atual para alcançar os objetivos de torca de conhecimento global. Tudo começa, na verdade, na participação", adiciona.


Internet colaborativa

- Continua após a publicidade -

A Wikipédia é a internet colaborativa, de acordo com Kul. "É a partir do acesso a qualquer coisa, de qualquer plataforma que a instituição e os serviços podem crescer. A plataforma móvel, por exemplo, é uma das ferramentas mais populares hoje em dia. Esse é um dos pilares dos meus planos atualmente. Quero muito fazer isso e dar acesso ao conhecimento a todos de uma maneira muito prÁtica".

O WikiText Editor, por exemplo, é uma dessas ferramentas. É uma forma de edição melhorada que, juntamente com o Visual Edition, permite atualizações menos demoradas ou complicadas. "A intenção é derrubar obstÁculos. Quero que tudo seja mais fÁcil, para todo o tipo de público. E as crianças são o início de tudo isso. Elas podem usar e entender, dar poder a si mesmas para lidarem com a tecnologia, aprender a partilhar conhecimento. Fazer do modelo cultural ser mais orgânico", continua.


Editor de textos e imagens da Wikipédia ainda é uma barreira na troca do conhecimento, segundo Kul


Partindo do princípio de que as crianças, começando cedo, possam interagir uma com as outras, é possível que as elas possam criar, talvez no futuro, uma nova fase Wikipedia. "Começar o mais cedo possível no ciberativismo é uma das chaves para atingir isso. Além da liberdade de compartilhar conteúdos, situações de colaboração livre e aberta, é preciso que elas estejam familiarizadas com as possibilidades da web. Não só em termos de diversão, mas de inovação de criação e disponibilização de assuntos. Ainda bem que a tecnologia nos permite fazer isso".


Conhecimento = Ação

- Continua após a publicidade -

Tecnologia, conhecimento e ação são três palavras que se correlacionam sobre os serviços da Wikipedia. A ferramenta (rede social) AYOUDO é uma das novas ideias de Kul para a instituição. "Uma outra rede social que permite postar, ter agentes (usuÁrios), usar Twitter e o Facebook simultaneamente para espalhar o conhecimento e fazê-lo crescer é apenas uma das nossas novidades. É uma forma de ajudar os outros, buscar alternativas de derrubar barreiras ou paradigmas. Nada de controle por aqui".

"Vocês deveriam se ajudar uns aos outros. O brasileiro mesmo usa seu jeitinho para construir suas próprias redes, trocar informações, crescer e ganhar dinheiro com isso. Isso é demais! Não se deixem ser controlados. Questiono se vocês qurem o controle público das coisas. É preciso mudar isso. Usem as ferramentas para isso. Os editores para isso. Os nosso novos projetos. Motivação realmente precisa ser adotada, junto com a democratização do acesso à informação", atiça Kul.


SOPA e propriedade intelectual

Sobre o blackout da Wikipedia em forma de protesto ao S.O.P.A, Kul foi o mais direto possível. "Tivemos a motivação de vocês, que têm o controle da Wikipedia, para fazer o blackout. Não queremos que o governo controle o acesso a informação ou impedir que expressem suas visões e pensamentos. Nossa comunidade disse que tinhamos que ir la fazer esse protesto e realmente o fizemos. Fomos totalmente levados pela sua motivação. Sem isso na equação não teriamos feito nada. Não ao controle!!!", protestou.


"Não à censura/controle do conhecimento", defende Kul

Para Kul, quase a totalidade das insituições donas de patentes eram quase que totalmente à favor das leis de proteção de propriedades intelectuais. Mas, logo após a resolução do SOPA e os protestos, a situação se inverteu de forma espetacular. "Antes, tinhamos mais de 118 corporações em defesa dessas leis. Após os primeiros protestos dos grandes públicos e seguidores de marcas, a maioria delas passou para o nosso lado. A situação me preocupava muito, mas depois desse episódio vi que a motivação do ciberativismo é realmente indispensÁvel. Vocês mesmos devem controlar seu conhecimento".


O poder é de vocês!

Para os desmotivados de plantão, Kul finaliza sua palestra dando uma dica primordial. "Acredite nas suas ideias e nas suas motivações. HÁ tantas coisas que vocês podem fazer. Não vou implorar ou obrigar vocês a fazer isso. Vocês mesmos jÁ fazem tantas coisas hoje do que eu quando estava na mesma idade que as possibilidades são imensas. Deem valor ao conhecimento de vocês e lutem pelo acesso libertÁrio a ele. Até a próxima", concluiu.

Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.